A melhor arma para se conectar com o seu público alvo : INFLUENCIADORES!

Publicado por

Publicado a Outubro 28, 2016

Dado o crescente uso de bloqueadores de anúncios por parte dos internautas e a rejeição de exibição de publicidade, as marcas encontram uma barreira crescente para se comunicar com o seu público. No nosso blog descubra como estabelecer esta conexão e aumentar o engagement.

Na última semana, o Portal Espanhol Marketing News esteve a fazer barulho sobre a ameaça lançada pelos grupos editoriais Prisa, Vocento e Unidade Editorial, com base no possível bloqueio de conteúdo para utilizadores que tenham instalado bloqueadores de anúncios nos seus dispositivos.

Segundo o “Primeiro estudo sobre o uso de bloqueadores na Espanha” realizado este ano pela IAB, um em cada quatro internautas declara utilizar algum tipo de bloqueador, o que representa quase 22 milhões de euros perdidos no setor.

Estes dados estão a traçar um novo perfil de utilizador digital: o que rejeita a presença das marcas em publicidades ou em formato invasivo. Um utilizador que não quer ser interrompido quando visitar os conteúdos que escolheu para consumir.

Por sua vez, encontramos uma figura de publicidade e comunicação que a cada dia está a ter maior presença na rede: o influenciador.

A eficácia desta ferramenta de comunicação é baseada no facto de que são os próprios utilizadores que decidem os perfis (influencers) que querem seguir, por estarem relacionados com os seus interesses. O que faz com que as recomendações e dicas dadas por influenciadores se pareçam com a importância de conselhos de um amigo próximo ou familiar.

De acordo com a mesma associação, 85% dos internautas seguem um influenciador por meio das redes sociais (88% para as mulheres). Já 65% admitem que os influenciadores contribuem para o seu processo de compra. O influenciador duplica a intenção de compra do utilizador contra marcas que não utilizam este número para se promover.

Cerca de 60% dos Diretores de Marketing declararam que estão a aumentar o seu orçamento em campanhas de marketing para influenciadores.

De acordo com a eMarketer, cada dólar investido numa campanha de marketing com influencers recupera $9,6 – número que aumentou consideravelmente em comparação a 2015 ($6,5) e a tendência para os próximos anos é apenas de crescimento.

A rede social que domina em Influencer Marketing é o Instagram e, de acordo com a eMarketer, em 2019 deve crescer 7x mais que o Facebook e 30x mais do que o Twitter. Entre as vantagens da utilização de influenciadores, em relação a outras campanhas, está a maior capacidade de conversão e a credibilidade que fornece às marcas para se conectarem com os seus públicos. Eles também são vendedores, geram conteúdos criativos e têm uma alta eficiência em publicidade.

Ao selecionar o influenciador deve levar-se em conta a location em que opera, a idade, o sexo, o tipo de publicação de conteúdo (assunto), o objectivo da acção, a afinidade do influenciador com o produto/marca e o seu alcance ou poder de influência dentro da comunidade (engagement). Novas figuras como o Microinfluencer estão a surgir em força na área de Marketing Influencer.

Ao invés de gastar grandes quantias com influenciadores tops (aproximadamente com mais de 100 mil seguidores), as marcas preferem distribuir este orçamento envolvendo microinfluencers, que têm menos seguidores, mas que são espalhados geograficamente e pertencem a vários territórios com grupos de seguidores heterogéneos entre si.

Esses perfis não são muito explorados, o que permite às marcas trabalharem em publicações que estejam a ganhar mais credibilidade e maior aceitação entre a sua comunidade de seguidores.

Saiba mais sobre microinfluenciadores aqui.