Marketing Conversacional: porque é que é importante para as empresas?

Publicado por

Publicado a Outubro 15, 2019

O Marketing Conversacional é uma estratégia recente associada à transformação digital. A Internet criou um consumidor mais informado e mais exigente, sendo que as marcas devem aprimorar as suas ferramentas para dar a atenção desejada aos seus clientes. 

 

O que é o Marketing Conversacional?

O Marketing Conversacional reconhece o valor que o diálogo tem na experiência do consumidor. Na era digital, estamos rodeados de informação e de marcas concorrentes que vendem exatamente os mesmos produtos ou serviços, pelo que os detalhes fazem toda a diferença.

Através do Marketing Conversacional, as empresas podem personalizar a experiência do consumidor, humanizá-la e responder a todos os utilizadores de forma rápida. Os consumidores atuais necessitam de ser escutados e procuram aconselhamento e assistência antes de adquirirem algum produto ou serviço. E é aqui que o Marketing Conversacional é diferenciador: permite às empresas estabelecer um contacto exclusivo, personalizado e interativo e possibilita aos utilizadores escapar do atendimento tradicional e de formulários de contacto que se estão a tornar obsoletos e pouco desenvolvidos para os internautas.

 

 

No suporte desta estratégia de marketing, encontram-se os chatbots, assistentes virtuais que podem atender vários clientes ao mesmo tempo, estando disponíveis 24/7. Para além de folgarem a equipa de atendimento humano, garantem respostas imediatas e a atenção constante aos utilizadores. Os chatbots funcionam em qualquer plataforma que suporte um chat como, por exemplo, websites, Facebook Messenger, Twitter, Viber, Telegram, entre outros.

 

Vantagens do Marketing Conversacional

 

  • Automatização do atendimento: Quanto mais rápido se estabelece um relacionamento entre a marca e o consumidor, aumentam as chances de o cliente se interessar pelo produto ou serviço que procura.
  • Otimização de tempo: Para além de os chatbots otimizarem o tempo da equipa de atendimento humano, otimizam também o tempo dos consumidores que obtêm respostas imediatas e vêm as suas dúvidas pontuais solucionadas com rapidez.
  • Identificação de leads qualificados: O Marketing Conversacional consegue identificar leads que estão mais propensos a obter um produto ou serviço, direcionando-os para a equipa de vendas para que ela tente fechar negócio.
  • Transformação de prospects em leads qualificados: Com base nas necessidades individuais de cada cliente, torna-se mais fácil identificar aquilo que ele precisa para, seguidamente, poder aconselhá-lo e detalhar com clareza aquilo que ele deseja saber.
  • Aumento da produtividade da equipa de vendas: A identificação de prospects permite concentrar esforços para apresentar aos utilizadores os produtos ou serviços que cobrem as suas necessidades, podendo assim alavancar as vendas.
  • Aumento da taxa de engagement: Os chatbots, aliados do Marketing Conversacional, permitem estabelecer uma experiência boa e personalizada com os utilizadores, o que aumenta a credibilidade e a reputação da marca, bem como o envolvimento dos clientes.

 

O Marketing Conversacional tem-se revelado então uma boa estratégia digital, cujo foco é o cliente e não as vendas. As empresas estão mais próximas dos consumidores e podem personalizar e humanizar a experiência dos internautas. Para além disso, as marcas conseguem aumentar o seu posicionamento e notoriedade, como também aumentar as vendas e a satisfação dos clientes.