Grandes líderes do digital: Evan Spiegel, CEO do Snapchat

Publicado por

Publicado a Maio 21, 2020

Evan Spiegel é o atual CEO do Snapchat e um dos co-fundadores desta rede social, lançada em julho de 2011. Conheça o percurso de um dos bilionários mais jovens do mundo e os seus planos futuros para a empresa que veio revolucionar o mundo das redes sociais.

 

Quem é Evan Spiegel?

O gosto pela tecnologia surgiu desde cedo. Spiegel era considerado uma criança muito tímida e nerd e, no 6.º ano, construiu o seu próprio computador. Nasceu na Califórnia e estudou na Crossroads School for Arts and Sciences, mas esta não foi a sua única experiência escolar. Ainda durante o ensino secundário, teve aulas de design no Otis College of Art and Design e no Art Center College of Design. 

O seu gosto por design levou-o a matricular-se na Universidade de Stanford para estudar design do produto. Depois de ingressar nesta prestigiada universidade, foi também aceite na fraternidade Kappa Sigma, uma das maiores fraternidades do mundo e pela qual já passaram várias mentes brilhantes. Enquanto estudante, teve algumas experiências profissionais: fez um estágio não remunerado no departamento de vendas da Red Bull; trabalhou na Abraxis BioScience, uma empresa biomédica; e trabalhou na Intuit no projeto TxtWeb.

No entanto, foi em Stanford que surgiu a ideia do Snapchat e onde Spiegel conheceu Reggie Brown e Bobby Murphy, que juntamente com ele fundaram a aplicação.

 

Reggie Brown, Bobby Murphy e Evan Spiegel

 

Como surgiu o Snapchat?

Na Universidade de Stanford, Spiegel conheceu inicialmente o Bobby Murphy e os dois juntaram-se para trabalhar num projeto que tinha como objetivo criar uma rede social baseada nos círculos da Google+. Este projeto acabou por fracassar mas, como jovens empreendedores, enveredaram num outro projeto: o Future Freshman. O pretendido era criar um software online para ajudar os estudantes a candidatarem-se à faculdade, mas foi algo que também fracassou.

Depois destas tentativas, a ideia do Snapchat surgiu para um projeto de curso. Brown, Murphy e Spiegel começaram a trabalhar em conjunto para criar uma aplicação que permitisse enviar imagens que, ao fim de alguns segundos, desaparecessem. Spiegel concentrou-se no design; Murphy no código; e Brown no marketing. A aplicação foi lançada em julho de 2011 com o nome Picaboo, tendo sido renomeada para Snapchat em setembro de 2011.

 

“There is real value in sharing moments that don’t live forever.” – Evan Spiegel

Evan Spiegel

 

A aplicação registou um crescimento significativo a partir de 2012, sendo que no final deste ano já havia 1 milhão de utilizadores diários ativos. Também neste ano, Spiegel deixou Stanford para se concentrar apenas na empresa. Desde então, apesar do Snapchat ter passado por alguns períodos conturbados de perda de utilizadores, a aplicação continua a crescer e a inovar e é muito utilizada pelos mais jovens.

Atualmente, conta com diversas funcionalidades que outras redes sociais, como o Facebook e o Instagram, acabaram também por adotar. O Snapchat é um misto de redes sociais, sendo que nos permite não só enviar fotos ou vídeos que só podem ser visualizados durante alguns segundos (ideia que levou à criação da app) como também tem outras opções: publicação de fotos e vídeos que são eliminados automaticamente ao fim de 24h; envio de mensagens instantâneas a utilizadores únicos ou grupos; utilização de filtros estáticos ou animados; transmissões ao vivo; integração com o Bitmoji; entre outros.

 

 

Com o constante sucesso do Snapchat, o Facebook tentou comprar a aplicação no final de 2012, mas Spiegel rejeitou a oferta de 3 mil milhões de euros. Desde então, as redes sociais de Zuckerberg replicaram algumas das funcionalidades do Snapchat, principalmente o Instagram. Esta aplicação conta com os stories que também são eliminados ao fim de 24h e permite a utilização de filtros e o envio de fotos no Direct que só podem ser vistas 2 vezes por quem as recebe. Apesar das semelhanças, Spiegel acredita que há uma coisa que o Instagram não pode copiar.

 

“One thing Instagram can’t copy is Snapchat’s philosophy.” – Evan Spiegel

 

Qual vai ser o futuro da empresa Snap?

Evan Spiegel é conhecido como sendo criativo, inovador e muito exigente com os seus empregados. O CEO do Snapchat está já a trabalhar para o futuro da empresa. Segundo ele, as redes sociais tradicionais têm-se vindo a tornar repetitivas.

 

“Traditional social media, in the view of our company, has become a bit repetitive.” – Evan Spiegel

 

Uma das abordagens de longo prazo que a empresa já está a adotar é a construção de uns óculos inteligentes com realidade aumentada. Spiegel acredita que daqui a 10 anos estes dispositivos vão ser adotados em massa. Apesar da empresa Snap ser mais conhecida pelo Snapchat, tem vindo a lançar vários modelos dos óculos Spectacles, dispositivos que possuem câmaras HD e efeitos de realidade aumentada. Os utilizadores podem gravar vídeos e sincronizar o dispositivo com o seu smartphone para depois realizarem o upload para a sua conta no Snapchat. A ideia é que os utilizadores possam gravar momentos marcantes sem precisarem de ter um smartphone nas mãos.

 

Óculos Spectacles 3

 

Desta forma, o futuro da Snap assenta na realidade aumentada e na criação de experiências emersivas para os consumidores. A comunicação entre amigos vai ser aprimorada com efeitos digitais de RA e os conteúdos também estão a ser repensados. Para já, Spiegel está a apostar na funcionalidade Discover do Snapchat, que permite aos utilizadores ver Oddly satisfying videos. Um dos objetivos futuros passa por trazer realidade aumentada ao entretenimento através dos filtros animados, mas também criar entretenimento em torno do relacionamento com amigos, como é o caso da Bitmoji TV associada ao Snapchat. Através desta aplicação, são feitos vídeos animados com os emojis pessoais do utilizador e dos seus amigos, sendo eles os protagonistas destes conteúdos.

Será que a estratégia da Snap focada em oferecer aos consumidores mais do que produtos digitais vai resultar?

 

 

Referências:

aldeia.cc

https://www.businessinsider.com/fabulous-life-and-career-of-snap-ceo-evan-spiegel

https://www.businessoffashion.com/community/people/evan-spiegel

https://www.cnbc.com/2019/10/04/snap-ceo-evan-spiegel-smart-glasses-10-years-from-mass-adoption.html

https://www.fastcompany.com/90457684/snap-most-innovative-companies-2020

https://www.forbes.com/profile/evan-spiegel/#db9ba72529cc

https://peoplepill.com/people/evan-spiegel/

https://www.thefamouspeople.com/profiles/evan-spiegel-7397.php